Monatran - Movimento Nacional de Educação no Trânsito

RSS

Enquete

Você aprova a implantação imediata do Transporte Marítimo na Grande Florianópolis?

Artigos

Promessas de Campanha!!!

maio/2018 - Roberto Alvarez Bentes de Sá

Na edição anterior, reproduzimos a entrevista que fizemos com o então candidato à reeleição ao Governo do Estado, Raimundo Colombo. O ano era 2014 e todos estávamos na expectativa para saber o que diria o “provável” futuro governador com relação ao trânsito. Afinal, existe sempre aquela esperança de que um segundo mandato possibilitará a conclusão de projetos inacabados.

Você leu na página 8, a íntegra das respostas do agora ex-governador 8. Mas, nas próximas linhas, iremos analisar algumas questões que, infelizmente, não passaram de promessas eleitoreiras. A começar pela falácia de que iria investir na educação para o trânsito e ampliar ações preventivas. Lamentavelmente, não passou de discurso político. Aliás, como a maioria dos nossos dirigentes, muito blá blá blá e pouco ou nenhum avanço.

O tão propagado Plamus até hoje não saiu do papel. Mesmo com tanto estudo e algumas minguadas discussões com a “população”, a maioria das pessoas nem sabe do que se trata, especialmente, porque não existe nenhum resultado prático no dia a dia de quem transita pelas vias do Estado.

Com relação à instalação do Transporte Marítimo na Grande Florianópolis, Colombo persistiu no erro (como ele mesmo definiu em sua resposta ao Jornal O Monatran). A capital catarinense e região continuam sem esta importante ferramenta que, certamente, aliviaria o tráfego das tão saturadas vias. Uma falta imperdoável que, todos os dias, continua a castigar todos nós.

Por fim, iremos comentar aquela que poderia ter sido a cereja do bolo de Colombo. Porém, que acabou terminando como mais um fracasso do seu governo: a nossa Ponte Hercílio Luz. A última fase da tão esperada restauração da obra centenária já começou contrariando a fala antes da reeleição, que dizia que faria uma concorrência para escolher a empresa responsável pelo serviço. Como é de conhecimento de todos, pelo contrário, foi escolhida uma empresa estrangeira, sem que houvesse qualquer tipo de concorrência, contrariando frontalmente a Lei de Licitações vigentes no país.

Como se não bastasse, a empresa escolhida não para de anunciar novos aditivos, como o mais recente de R$ 37 milhões. Ou seja, a obra orçada originalmente em R$ 262.925.435,21, já alcançou a cifra de R$ 313.303.540,42. Um desrespeito com o contribuinte. Isso sem falar nos constantes adiamentos para a entrega da Ponte reformada.

É lamentável! Mas nosso Estado parece não fugir a regra da maioria dos nossos dirigentes políticos, que só sabe prometer em época de eleição, mas não realiza quase nada de prático, fazendo muito pouco que beneficie, de fato, a população.

rabsa.jpg

Roberto Alvarez Bentes de Sá
Presidente do MONATRAN – Movimento Nacional de Educação no Trânsito

Leia on-line ou cadastre-se para receber o jornal em sua casa.

Fale Conosco: (48) 3223-4920 | (48) 99981-1015 ou pelo e-mail contato@monatran.org.br.