Monatran - Movimento Nacional de Educação no Trânsito

RSS

Enquete

Você aprova a implantação imediata do Transporte Marítimo na Grande Florianópolis?

Artigos

Novos Rumos

junho/2019 - Roberto Alvarez Bentes de Sá

Uma rodovia fora do lugar! Assim poderíamos definir qualquer uma das sete rodovias estaduais localizadas dentro da parte insular da capital catarinense. Todavia, se não bastasse este disparate de designar como rodovia, vias que ligam o centro da cidade aos bairros - todas em perímetro totalmente urbano, altamente ocupadas e povoadas - as referidas estradas, em sua maioria, vinham sendo negligenciadas por uma sequência de governos.

Dentre estas, sempre me chamou a atenção a importante SC 401, considerada a rodovia mais movimentada do Estado, que além de acessar alguns dos bairros mais famosos da cidade, é margeada por shopping center, home centers, restaurantes de grife, comércio forte, bairros residenciais, grandes empresas de tecnologia e comunicação, centros universitários e até mesmo a sede do governo catarinense.

Apesar de tudo isso, trata-se de uma “rodovia” precariamente acabada, mal iluminada, esburacada, com sinalização e drenagem pra lá de deficientes, necessitando das mais básicas estruturas como acostamento, meio-fio, passarelas para pedestres, ciclovia, etc. Cujo as raras melhorias tem sido emergenciais e pouco eficientes, à exceção da “recente” conclusão da duplicação da via, mas que ainda deixou muito a desejar.

Neste mês de junho, no entanto, uma luz brilhou no fim do túnel! No último dia 10, o governador Carlos Moisés assinou na Acif (Associação Comercial e Industrial de Florianópolis), a ordem de serviço para a recuperação da SC-401, em Florianópolis. O investimento previsto é de R$ 32,3 milhões, sendo R$ 29,2 milhões para obras e cerca de R$ 3,1 milhões para a supervisão dos trabalhos.

A obra tão esperada inclui serviços de pavimentação, terraplanagem, drenagem, sinalização, troca de guard rails metálicos por muretas de concreto. Na subida para o morro do bairro João Paulo, onde há muitos acidentes e veículos quebrados, está prevista a instalação de uma terceira faixa até o cemitério Jardim da Paz. Está prevista uma ciclovia entre o cemitério do Itacorubi e o trecho do Cacupé, que será executada com recursos da prefeitura de Florianópolis e iniciativa privada. Também foi atendida uma solicitação da comunidade de duas novas passarelas de pedestres.

A previsão para termos este sonho concretizado é de um ano e meio a dois anos, segundo o secretário de Estado da Infraestrutura, coronel Carlos Hasler.

Enfim, parece que estamos entrando numa era de Novos Rumos, no que diz respeito à infraestrutura de Santa Catarina! Parabenizamos ao governador pelo projeto audacioso e imprescindível e esperamos que todo esse engajamento seja estendido a outras vias tão necessitadas de uma revitalização. Lembrando sempre que um investimento deste porte vai muito além de questões de mobilidade. Significa segurança e muitas vidas salvas no trânsito!

rabsa.jpg

Roberto Alvarez Bentes de Sá
Presidente do MONATRAN – Movimento Nacional de Educação no Trânsito

Leia on-line ou cadastre-se para receber o jornal em sua casa.

Fale Conosco: (48) 3223-4920 | (48) 99981-1015 ou pelo e-mail contato@monatran.org.br.