Monatran - Movimento Nacional de Educação no Trânsito

RSS

Enquete

Você aprova a implantação imediata do Transporte Marítimo na Grande Florianópolis?

Notícias

Seminário avalia resultados de 20 anos do Código de Trânsito Brasileiro

20/9/2017

A Frente Parlamentar em Defesa do Trânsito Seguro da Câmara dos Deputados promoveu, no dia 19 de setembro, o Seminário 20 anos do Código de Trânsito Brasileiro. Durante a abertura do evento, o deputado Hugo Leal (PSB-RJ), um dos autores do requerimento para a realização do evento, destacou porque é importante avaliar as duas décadas do Código de Trânsito Brasileiro.

"Foi um avanço na legislação, mas nós temos ainda que consolidar sua implantação, porque é surpreendente, 20 anos depois, ainda termos muitos pontos a serem consolidadas, especialmente no que refere às políticas públicas de aplicação do código aos estados e aos municípios”, disse o deputado, que defende também um critério mais rigoroso na aplicação das multas.

Na ocasião, a educação foi apontada como a melhor forma de melhorar os indicadores. Para contribuir neste sentido, foi desenvolvida uma coleção de 20 livros, encomendados pelo Ministério das Cidades e produzidos pelo Observatório Nacional de Segurança Viária. Durante a cerimônia, a coleção foi entregue foi entregue ao Ministério da Educação, que irá avaliar o material e fazer adaptações, caso necessário, para que as obras possam ser enviadas a escolas de todo o país.

“A intenção é auxiliar no processo de mudança de cultura e ajudar a reduzir a violência no trânsito”, afirmou o diretor do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) e presidente do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), Elmer Vicenzi. “O material, além da abordagem pedagógica, traz volumes de livros destinados a cada uma das séries do ensino fundamental”, explicou.

CTB - Apesar de a legislação brasileira ser considerada uma das mais modernas do mundo, a Organização Mundial de Saúde (OMS) avalia que o trânsito mata no País 47 mil pessoas por ano e deixa 400 mil com alguma sequela.

A OMS coloca o Brasil como o 4º no ranking de acidentes nas Américas, atrás da República Dominicana, Belize e Venezuela.

O Observatório Nacional de Segurança Viária afirma que os acidentes de trânsito custam ao País cerca R$ 56 bilhões, recursos com os quais poderiam ser construídos 28 mil escolas ou 1.800 hospitais.

Álcool e direção - Durante o Seminário, a Diretoria de Educação do Detran-DF ainda promoveu uma ação educativa que demonstrou os efeitos da ingestão de bebida alcoólica no organismo. Por meio dos óculos “DrunkBuster”, que simulam efeitos de álcool e outras drogas, tanto em condutores quanto em pedestres, é possível verificar como a visão, a coordenação motora e o tempo de reação são afetados.

Leia on-line ou cadastre-se para receber o jornal em sua casa.

Fale Conosco: (48) 3223-4920 | 3324-0558 | 3333-7984 ou pelo e-mail contato@monatran.org.br.