Monatran - Movimento Nacional de Educação no Trânsito

RSS

Enquete

Você aprova a implantação imediata do Transporte Marítimo na Grande Florianópolis?

Notícias

Tribunal de Contas de SC prepara relatório técnico após vistorias nas pontes de Florianópolis

24/7/2019

O Tribunal de Contas de Santa Catarina (TCE/SC) realizou nos dias 9 e 10 de julho a segunda parte da vistoria "in loco" nas pontes Pedro Ivo Campos e Colombo Salles, em Florianópolis. Os trabalhos fazem parte de uma auditoria que o órgão está realizando para avaliar a situação da estrutura das pontes e do contrato para a manutenção. A partir de agora, os técnicos começam a elaborar o relatório técnico, que pode abrir a possibilidade para pedidos de explicações e documentações a respeito dos trabalhos de manutenção.

Os técnicos aproveitaram as obras emergenciais realizadas no dia 9 de julho na ponte Pedro Ivo – onde a placa metálica se soltou no dia 6 - para checar a parte superior da estrutura.

E mesmo já planejada, a inspeção da ponte Colombo Salles causou congestionamento no trânsito por volta de 8 horas. Com apoio da Polícia Militar, uma das faixas da ponte que faz o sentido ilha/continente ficou fechada por cerca de 30 minutos. O tráfego foi liberado logo em seguida.

“Dentro do processo de auditoria, nós vamos considerar o que foi vistoriado, mais a documentação do projeto e do contrato para elaborar o relatório. Outra coisa que vamos avaliar são os serviços que julgamos que precisam ser feitos nas pontes mas que não estão no contrato ou que não estão muito claros”, explicou o coordenador de Controle de Obras e Serviços de Engenharia do TCE, Rogério Loch.

A Diretoria de Licitações e Contratações (DLC) do TCE/SC já havia realizado uma vistoria em 27 de junho na parte inferior das pontes. A inspeção contou com o apoio de um barco dos Bombeiros Militares.

“Nós não verificamos nenhum indício de comprometimento da estrutura das pontes em nenhuma das inspeções. Vale deixar isso bem claro. Mas na parte inferior, principalmente nos pilares e blocos de sustentação, verificamos armaduras expostas oxidadas. Se isso não for resolvido com certa urgência, pode ser que mais tarde venha a comprometer”, avaliou Loch.

Desde 2016 que o TCE/ SC monitora e pede explicações sobre a situação das pontes e dos contratos de manutenção.

Leia on-line ou cadastre-se para receber o jornal em sua casa.

Fale Conosco: (48) 3223-4920 | (48) 99981-1015 ou pelo e-mail contato@monatran.org.br.