Olá, seja bem-vindo ao MONATRAN - Movimento Nacional de Educação no Trânsito
Tel.: 48999811015
você está em:NotíciasPonte Hercílio Luz: A novela continua
Imagem Contato
31 de Agosto, de 2020
Notícias
|
By ELLEN BRUEHMUELLER
Ponte Hercílio Luz: A novela continua

Passados quase oito meses desde a sua “reinauguração”, a Ponte Hercílio Luz continua desempenhando papel coadjuvante na promoção da tão esperada melhoria da mobilidade urbana na capital catarinense.

Seus famosos contornos, internacionalmente conhecidos, continuam no escuro. E a desculpa agora é a pandemia, sem previsão para a conclusão dos trabalhos. Isso porque as lâmpadas que serão utilizadas na iluminação cênica da estrutura, estão sendo importadas da China.

Obviamente, temos pleno conhecimento de toda a conjuntura global provocada pela Covid-19. Mas a verdade é que a situação atual relacionada a ponte é só mais um capítulo da novela protagonizada pelos órgãos ditos competentes.

Se durante todo o processo, tão somente o cronograma das obras tivesse sido rigorosamente obedecido, já estaríamos usufruindo plenamente das benesses da mais antiga ligação entre Ilha e Continente. Mas, como a esmagadora maioria das obras públicas no Brasil, a coisa vai sendo “empurrada com a barriga”, os prazos vão sendo relativizados e querem fazer parecer que está tudo bem, como se não houvesse nada que pudesse ter sido feito. Mas sabemos que a verdade é bem diferente disso.

Para começar, toda a pompa e circunstância da chamada “reabertura” da Velha Senhora nem poderia ter sido realizada no dia 30 de dezembro passado, visto que no Estado existe a Lei 17.772/2019, que impede a inauguração de obra pública estadual incompleta ou que não atenda ao fim a que se destina.

Embora a decisão, sancionada e publicada em meados de setembro passado, deixasse bem claro que obra incompleta “é aquela que não está apta a entrar em funcionamento por motivos como estrutura física inacabada, falta de licenças e alvarás, impossibilidade de uso imediato e inexistência de equipe mínima ou de equipamentos para prestar o serviço público”, acharam por bem fazer a festa em dezembro de 2019 e prometer sua conclusão definitiva para março de 2020 e cá estamos nós quase chegando em setembro.

É bem verdade que ninguém poderia imaginar que haveria uma pandemia. Mas o que revolta é que a coisa pública parece ser feita de qualquer jeito. A iluminação cênica que era para estar sendo instalada já nos primeiros meses deste ano, na verdade só foi ser contratada em março. Por conta disso, a empresa responsável pela recuperação - a portuguesa Teixeira Duarte - não pode concluir os trabalhos da pintura da estrutura e a contratação da empresa que irá realizar a manutenção preventiva da Ponte Hercílio Luz vai sendo adiada indefinidamente.

Uma triste realidade bastante comum em nosso país, independentemente de pandemia. Está aí o novo acesso ao Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis, que não nos deixa mentir. “Inaugurado” às escuras em outubro passado, está com o processo licitatório para a iluminação pública definitiva suspenso porque uma empresa entrou com uma representação junto ao Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Uma vergonha! Parece até que fazem de propósito só para ganhar tempo. Mas, a vida continua! Nos restando apenas a esperança de que tempos melhores virão!